Livros usados

QUEM SOMOS

O Observatório da Extrema Direita (OED) é uma iniciativa dedicada a monitorar e analisar governos, partidos, movimentos e subculturas da direita radical e da extrema direita no Brasil e no mundo. Não se trata de uma projeto de militância política. O Observatório da Extrema Direita é gerido por três professores universitários e pesquisadores que buscam informar a sociedade sobre a ultradireita no Brasil e no mundo. Daí o cuidado com a linguagem, as fontes e até as terminologias para enquadrar organizações ultradireitistas.

O OED tem como propósito acompanhar e analisar a ascensão de governos, partidos, movimentos e subculturas da ultradireita (direita radical e extrema direita), a partir de uma perspectiva interdisciplinar, analisando a ultradireita da história aos dias atuais. OED é parte de um projeto mais amplo, um hub, cujo núcleo central é um grupo de estudos. Destina-se a avaliar a conjuntura internacional identificando e, quando possível, analisando fenômenos ligados à extrema direita.

A ideia do projeto nasceu ao longo do ano 2019, para complementar uma disciplina lecionada pelo professor de Relações Internacionais David Magalhães (PUCSP/FAAP), sobre a extrema direita global. Tornando então pública com uma página no twitter , contando com a colaboração do professor Guilherme Casarões (FGV). Após 3 meses a página no twitter ser aberta, convidamos Odilon Caldeira Neto (UFJF) para se juntar ao Observatório.

Em 2020, o Observatório da Extrema Direita foi formalizado como Grupo de Pesquisa junto ao Diretório dos Grupos de Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), atuando junto ao Laboratório de História Política e Social (LAHPS) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). O OED conta, atualmente, com diversas e diversos pesquisadores, de instituições universitárias e de pesquisa do Brasil e do exterior.